Qual o Melhor Ukulelê?

Conheça a história do Ukulele!

Variação do Cavaquinho, Braguinha e Rajão, o Ukulele aportou no Hawaii em 1879, a bordo do Ravenscrag, navio português que, na época, se dirigia às ilhas do Pacífico.

Três marceneiros que estavam a bordo do navio, Manuel Nunes, José do Espírito Santo e Augusto Dias, observaram que a Koa, uma madeira da região, seria ótima para a produção de um novo instrumento oriundo do Braguinha português.

Nascia o Ukulele, que no idioma havaiano quer dizer, dentre as interpretações possíveis, “𝘱𝘶𝘭𝘨𝘢 𝘴𝘢𝘭𝘵𝘪𝘵𝘢𝘯𝘵𝘦”, por causa do movimento das mãos de quem o toca.

O instrumento normalmente é feito de madeira, entretanto existem alguns inteiramente em plástico ou outros materiais. Os Ukuleles mais baratos são feitos de madeira compensada laminada, sendo em alguns casos com o tampo feito de uma madeira superior maciça, como o Abeto ou o Mogno. Outros, mais caros, são feitos inteiramente de madeiras maciças, como Mogno ou Koa.

Os Ukulelês são divididos em 4 tamanhos principais: Soprano, Concert, Tenor e Barítono.

𝐔𝐤𝐮𝐥𝐞𝐥ê 𝐒𝐨𝐩𝐫𝐚𝐧𝐨: É o mais tradicional dos modelos, sendo uma ótima opção para quem está aprendendo a tocar. Possui como características: 33cm a 35,5cm de comprimento de escala, suas afinações comuns são GCEA e ADF#B (high G e high A) e possui de 12 a 15 trastes, que garantem volume menor e um sustain mais firme, uma marca dos Ukulelês.

𝐔𝐤𝐮𝐥𝐞𝐥ê 𝐂𝐨𝐧𝐜𝐞𝐫𝐭o: Criado em torno de 1920 esse modelo é recomendado para quem acha o soprano pequeno demais, possui uma escala mais comprida, de 38cm a 40cm, se diferenciando do soprano pelo alto volume e timbre mais grave devido ao braço mais longo em relação ao modelo soprano. Outras características são 12 a 17 trastes e afinações comuns GCEA (high e low G).

𝐔𝐤𝐮𝐥𝐞𝐥ê 𝐓𝐞𝐧𝐨𝐫: Criado logo após o Concert é o modelo preferido por muitos devido a seu tamanho maior e por músicos que gostam de arranjos dedilhados. Possui de 43cm a 46cm de comprimento de escala, de 17 a 19 trastes e suas afinações comuns são GCEA (high e low G), FBbDG

𝐔𝐤𝐮𝐥𝐞𝐥ê 𝐁𝐚𝐫í𝐭𝐨𝐧𝐨: É similar a um violão sem as 2 cordas mais graves, sua afinação se diferencia em muito dos demais Ukuleles, sendo as mais comuns DGBE (low D, raramente high D) e às vezes GCEA (high e low G). O Ukulele Barítono possui de 48cm a 51cm de comprimento de escala e 19 ou mais trastes.

Escolhendo seu Ukulelê

A popularidade que o simpático instrumento ganhou nos últimos anos fez com que surgissem ukulelês das mas variadas marcas possíveis, aliado principalmente ao baixo investimento e facilidade de aprendizado, muitas empresas passaram a lançar seu ukulelê no mercado, tanto em modelos acústicos quanto elétricos, essa variedade acaba confundindo muitas vezes os interessados na escolha do produto.

Facilidade para o aprendizado
Os Ukes Concert e Tenor são mais fáceis de serem tocados pois tem uma espaçamento maior entre os trastes, os quais são os separadores de notas nos instrumentos de cordas, porém caso suas mãos tenham tamanho pequeno é mais recomendado o formato Soprano que possui o espaço menor entre os trastes, o que facilitará a movimentação e troca de acordes.

Tipo de timbre / afinação
Quanto maior a “caixa”, isto é, o corpo do instrumento, maior será seu timbre, isso ocorre nos formatos Barítono, Concert e Tenor, os quais tendem a ter um timbre mais ressonante que o formato Soprano, que tem um tamanho menor. Esses três formatos também produzem som com mais volume e grave.

Já os Sopranos emitem um som mais baixo, mas isso não quer dizer que tenha má qualidade, esse formato menor da a ele a característica de timbres mais “leves” e “brilhantes” que os outros três modelos.

A afinação mais popular do ukulelê tamanho Soprano é em C6 (G4, C4, E4, A4). Para os tamanhos Concert e Tenor a afinação mais usual também é em C6. Uma característica desse instrumento é a utilização da afinação reentrante, onde a quarta corda é mais aguda que a terceira. No entanto, uma quarta corda grave pode ser utilizada (afinação linear).

Já o ukulelê Barítono normalmente é afinado linearmente em DGBE, como ocorre nas 4 cordas mais agudas de um violão. O ukulelê Tenor, na época de sua criação, também possuía essa afinação como recomendada.


Madeiramento dos Ukulelês
Os tipos de madeiras escolhidas para confeccionar o instrumento determinam a qualidade e “peso” de seu som, abaixo listamos as principais madeiras usadas na construção dos ukulelês e suas características sonoras.

Jacarandá (Rosewood): Rosewood é um termo usado para abrigar várias espécies que apresentam resultados sonoros semelhantes e possuem características estéticas parecidas. Esse tipo de madeira é utilizada principalmente em guitarras, oferecendo uma densidade média e proporcionando um som bastante suave. O Akahai Ronsani Concerto Pineapple KP23 Natural possui na construção de sua escala e ponte esse madeiramento.

Linden (Basswood): É uma madeira abundante, consequentemente tem preço menor, porém isso não significa má qualidade e que não seja usada em modelos mais caros de instrumentos. Por ser leve e macia, proporciona sons bastante encorpados e bem balanceados, com médios bem pronunciados, agudos “brilhantes” e graves suaves. Um exemplo de Ukulelê que utiliza esse madeiramento no tampo, fundo e laterias é o Giannini Soprano Start UKS21 NS

Mahogany (Mogno): O uso de Mogno nos instrumentos de cordas podem resultar em uma maior reprodução de médios e agudos, ideal para reproduzir Blues. O Mogno proporciona sons “quentes” e suaves com um balanceamento considerável. A sua característica mais aclamada é a profundidade do som, com graves ressoantes que não anulam o “brilho” dos agudos.

O Ukulelê Strinberg Soprano MGS UK06S, Tagima Soprano Havaí 21KNF e o Phoenix Concerto UKP24NA utilizam Mahogany na confecção do tampo, fundo e laterais do instrumento.

Uma outra madeira que apresenta algumas características semelhantes ao Mogno quando utilizada nas laterais e no fundo é a Koa, nativa do Hawaii.

Maple: Madeira mais clara, densa, dura e pesada que possibilita formas diferenciadas para o design do instrumento, por ser mais densa, produz um som “brilhante” e com boa sustentação das notas.

Nato (Natowood): Muito semelhante ao mogno tradicional, o Nato é o nome coletivo para o Mogno Asiático ou Mogno Oriental, esse tipo de madeira é muito utilizada por fabricantes chineses e coreanos de guitarras importadas que as utilizam em guitarras maciças devido à sua disponibilidade e preço.

Guitarras das marcas Epiphone, Dean, Yamaha, Greco, Peavey dentre outras utilizam o mogno oriental em seus instrumentos, resultando portanto, em uma maior reprodução de médios e agudos. O ukulelê Elétrico Strinberg Barítono UK06BE e o Shelby Soprano SU21M STNT possuem a madeira Nato na construção do braço do instrumento.

Pau-Ferro: Espécie encontrada em Goias, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Paraná e Bolívia, a madeira Pau-Ferro é muito durável, com alta resistência ao ataque de fungos, esse madeiramento é usado na confecção do cavalete do Rozini Soprano Estudante RU01AC, essa fabricante produz todos os seus instrumentos no Brasil, diferente de algumas outras outras, as quais são importadas da China ou Indonésia.

Diferenciais ao escolher seu uke
Com a grande variedade de marcas no mercado, existem também os mais variados valores, o mais interessante é investir em marcas mais conceituadas e tradicionais do mercado e que tragam diferenciais em relação à suas concorrentes, como capa / bag inclusa e encordoamento Aquila, por exemplo.

As cordas Aquila são as mais procuradas e usadas por quem toca esse instrumento, elas possuem o composto New Nylgut, que são os mais próximos em termos de sonoridade das cordas originais feitas com fibra animal. Trata-se de uma combinação de compostos plásticos (não é nylon, nem carbono) que produzem um ótimo timbre e se mantém estável por mais tempo.

Se você quer aprender a tocar Ukulelê e esta na região de Campinas-SP, na loja Krunner temos vários modelos de Ukes à venda e professores que estão à sua disposição para deixá-la(o) fera nesse e em outros instrumentos de cordas, teclas e sopros. 

Esperamos ter ajudado você a conhecer mais sobre as características de cada Ukulelê para que possa adquirir o tamanho e modelo com o timbre mais desejado.

Visite nosso site e conheça nossa grande variedade de Ukulelês Acústicos e Ukulelês Elétricos das marcas mais conceituadas do mercado 🎶

Esperamos que essas dicas possam te ajudar a escolher o melhor tamanho e timbre de ukulelê que procura, se precisar de ajuda a equipe da Krunner Instrumentos Musicais esta à disposição através dos canais de atendimento de nosso site www.krunner.com.br 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.